Categories: Negócios

Suba o seu índice de resolutividade e deixe a concorrência no chão

Oferecer um atendimento excepcional é a bússola pras suas estratégias encontrarem um norte. Quando sua empresa tem um alto índice de resolutividade, você mantém a qualidade do relacionamento e melhora a experiência do cliente.

Pra mensurar esse índice, existem ferramentas que ajudam a aperfeiçoar seus canais, além do uso de métricas para potencializar os resultados.

Quando a revolução vem primeiro, nada fica pra depois

Pra começar essa jornada é preciso identificar o caminho, ou seja, seus KPIs. Com base neles, fica mais fácil mensurar a qualidade e performance do seu atendimento:

– Considere a taxa de resolutividade;

– Analise o tempo de silêncio das ligações;

– Tenha uma estrutura de atendimento multicanal pra centralizar as dores e personalizar a experiência do cliente.

É possível adotar essa estratégia de resolutividade pro seu negócio. E a gente te conta como. Uma das maneiras, é com o indicador First Call Solution (FCR) que mede a capacidade de resolução da sua empresa, no primeiro contato feito pelo cliente. Essa resolução de primeira até pode ser a chave para evitar o surgimento daquela demanda que mais impacta seu negócio.

Vem saber mais sobre o FCR

É alavancando a satisfação do cliente que seus resultados ganham um up. E o First Call Resolution deixa isso claro em seus índices: quando está baixo, pode significar que existem lacunas, que os atendentes não estão bem preparados ou que há necessidade de desburocratizar processos. E quando está alto, mostra que seu negócio conta com procedimentos alinhados e bem definidos, mas é claro, sempre há o que melhorar.

Entender qual percentual de FCR é considerado bom ou ruim varia de acordo com o segmento da empresa, mas olhar essa métrica é essencial pro seu negócio porque envolve tanto os clientes, quanto os atendentes. A vantagem de ter um alto índice de resolutividade, é poder criar um relacionamento com o consumidor, fidelizá-lo e, até mesmo, transformá-lo em um promotor da marca. Mas pra virar esse jogo, é necessário treinar seu time à altura: oferecendo workshops, mapeando as dúvidas recorrentes e redesenhando processos.

Pensa rápido, faz as contas. O resultado é a revolução.

Quem determina se um problema foi solucionado por sua empresa, é o cliente e não ao contrário. Por isso, é importante ter uma pesquisa de satisfação após o fim do atendimento, questionando sobre isso diretamente. Essa resposta é fundamental pra calcular o FCR.

Fazer o cálculo é muito simples: você divide o número total de atendimentos pelas chamadas solucionadas no primeiro contato. Essa média é o percentual de resolutividade do seu negócio. Ou seja, se você atende 1000 clientes – dividido por – 200 resoluções, seu índice é de apenas 20%.

Somos o tipo de parceria que você procura porque entregamos o que a sua empresa precisa, por isso, separamos alguns passos pra sua média de resolução ficar no caminho certo:

Extraia insights de dados pra mergulhar na resolutividade

Na Myra, a gente entende a causa raiz do problema, faz as perguntas certas pras respostas que o cliente já deu, mas que a sua empresa ainda não ouviu.

Nós analisamos as interações do cliente final com a sua empresa para gerar insights que vão melhorar a experiência do cliente e o FCR. Cruzamos informações e indicadores para gerar análises precisas.

Antecipe-se ao problema pra transformá-lo em oportunidade

Quanto mais você sabe sobre o comportamento do consumidor, menos conflitos ele terá. Com a análise preditiva, você se antecipa às necessidades do cliente e pontos de impacto, sai da zona reativa e mergulha de cabeça em um plano de ação proativo e memorável.

Pra levantar os índices, use materiais de apoio

Mapeie os principais atendimentos feitos e crie materiais de apoio que podem ser consultados no decorrer do atendimento com agilidade. Afinal, seu consumidor não pode mais esperar.

A preparação pro desafio faz parte da vitória

E pra isso é necessário um time que conhece bem as estratégias. Ofereça treinamentos recorrentes pra equipe de atendimento, preparando-os pra solucionar as questões na primeira solicitação.

Pra bom resolvedor, uma chamada já basta

Invista em um sistema integrado de atendimento pra sua empresa a fim de disponibilizar as informações do cliente a diversos departamentos simultaneamente. Sem precisar perguntar ou fazê-lo repetir.

Se tem atitude pra resolver na hora certa, não tem erro

A meta é atender as necessidades do cliente com agilidade e reduzir custos na sua operação. É necessário dar autonomia aos operadores e recursos pro atendimento ser cada vez mais eficiente.

Além disso, é essencial acompanhar a variação do FCR e medir os resultados das ações implementadas a partir dos insights gerados.

Se você empodera o cliente, a satisfação fica mais forte

O ideal é que o cliente não te ligue. Mas se o cliente o procurar, cabe à sua empresa garantir que ele encontre: uma solução rápida e com foco na satisfação. Pra isso, uma boa estratégia de autoatendimento pode ajudar a filtrar chamadas e encaminhar aos operadores apenas as mais que exigem atenção especial, otimizando tempo e recursos.

O FCR maximiza a produtividade dos operadores pra reduzir os atritos da sua empresa. Estar preparado pra resolver os problemas no primeiro contato, gera períodos de espera mais curtos ao cliente e mais tempo pra sua equipe se dedicar às solicitações complexas.

Curtiu? Então veja o case da Europ, que evoluiu o FCR e aumentou sua eficiência operacional.

Published by
Myra

Recent Posts

Pra tomar decisões estratégicas, não tire seus clientes do plano

Quando se gerencia uma empresa, não se trata de tomar decisões o tempo todo, mas…

2 dias ago

Caiu na rede é dado. Como realizar a coleta de informações dos clientes nas redes sociais?

A era da digitalização trouxe inovação e praticidade pro consumidor, mas de brinde, nos levou…

3 semanas ago

Smart Customer 2021: Myra e SKY mostram que ouvir a voz do cliente vale OURO

Sabe o que faz um atendimento ser 10/10? Deixar o cliente dar a nota. Adotar…

3 semanas ago

Mindset: como expandir a mente ajuda seu time a evoluir o negócio?

Se o seu time não tem atingido os índices de desempenho esperados, é melhor começar…

2 meses ago

Conexão emocional e memórias afetivas com marcas, sonho grande ou utopia?

Já disse Jorge Paul Lemann: “sonhar grande ou pequeno dá o mesmo trabalho” e, se…

2 meses ago

Se o jogo é reverter a insatisfação do cliente, prepare seu time pra virar o placar

Com a alta concorrência e a pandemia mudando hábitos e prioridades dos consumidores, além do…

2 meses ago